quinta-feira, 10 de maio de 2012

Ao vivo no blog a partir das 23:00 horas, participe, mande denúncias e notícias para falarmos

.

A partir das 23:00 estarei ao vivo no blog comentando algumas notícias.

Clique aqui nesse link e assista e participe http://wm01.mediaservices.ws/ricgama-live/.

Participe pelo meu twitter (clique aqui), ou pelo Skype (ricardogama146), faça perguntas, comentários, e denúncias.
.

Lino da Câmara e Souza. sócio de irmão de Sérgio Cabral, ganha emprego na ALERJ, será assessor especial da presidência

.
Emprego anda difícil, ainda mais um "bom emprego público" e sem concurso, mas isso não foi problema para o sócio do irmão de Sérgio Cabral, ele acaba de virar assessor do Presidente Paulo Melo (pmdb) na ALERJ.

E aí ?

ACORDA POVO !!!

PASSOU DA HORA DO BASTA NESSES VAGABUNDOS !!!

Reprodução da Revista Veja, Coluna Lauro Jardim


A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro acaba de criar mais um emprego – são mais de 4 000 entre comissionados e concursados, um recorde entre as assembleias pelo país segundo uma reportagem de O Estado de S. Paulo do fim de semana.

Nomeou Pedro Lino da Câmara e Souza, sócio de Mauricio Cabral, irmão de Sérgio Cabral, como assessor especial da presidência.

Por Lauro Jardim

.

Procurador-geral Claudio Lopes agora que informações sobre as viagens de Sérgio Cabral, e a insanidade de Pezão

.
Dois detalhes chamam a atenção na matéria abaixo, a mudança de postura do Procurador-geral do NP Cláudio Lopes, que até então não tinha visto nada de errado entre LALAU e Cavendish, agora, "resolveu" solicitar informações sobre as FARRAS de Sérgio Cabral.


Ok, vamos aguardar os próximos passos do Procurador-geral do MP.

E o segundo detalhe, é a cara de pau do vice de LALAU, o Pezão, ele chega ao absurdo de dizer que não há nenhuma reação mas ruas contra LALAU devido ao escândalo das viagens pela Europa, e que o povo ainda está solidário ao Cabral.

Por favor alguém, interne o vice de LALAU, o Pezão, ele não está bem da cabeça, será que não lê jornais, acessa internet, e não sai as ruas ?

A verdade é que o povo todo está revoltado, prova disso é o fato de Sérgio Cabral ter virado um rato assustado (virado ?) anda se escondendo do povo e da imprensa.

Reprodução do O Globo On line



RIO e BRASÍLIA - O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) informou nesta quarta-feira que o Procurador-Geral de Justiça, Cláudio Lopes, solicitou na terça-feira ao governador Sérgio Cabral informações sobre suas viagens ao exterior. O GLOBO mostrou nesta quarta-feira o governo do peemedebista aumentou em 294% os gastos da administração estadual com diárias no exterior desde 2007. Naquele ano, foram pagos R$ 663 mil para esse tipo de despesa contra R$ 3,2 milhões em 2011 — aumento nominal de 391%. Atualizando valores pela inflação, o aumento fica em 294%.

O Procurador-Geral aguarda as respostas para serem analisadas pela Assessoria da Chefia Institucional.

Cabral vem sendo questionado por suas viagens após divulgação, no blog do deputado federal e ex-governador Anthony Garotinho (PR), de imagens suas e de secretários estaduais em jantares e festas em que estava presente o dono da Delta Construções, Fernando Cavendish, que é amigo de Cabral e tem contratos com o estado.

Pezão defende Cabral: 'O Sérgio tem de viajar'

Após audiência na comissão de Viação e Transportes da Câmara nesta quarta-feira, para discutir os gargalos das rodovias no Rio, o vice-governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, saiu em defesa do governador Sérgio Cabral. O vice defendeu seu superior na questão dos gastos com viagens ao exterior, em sua amizade com o dono da empreiteira Delta e sobre sua possível ida a CPI do Cachoeira.

- O Sérgio tem que viajar. Será que sentado no Rio, rezando, ia conseguir isso? (trazer investimentos ao estado). Se ficar sentado no Rio, não consegue atrair investimento. É o trabalho dele e eu fico segurando a parte administrativa – disse, após audiência na Comissão de Viação e Transportes na Câmara, para discutir os gargalos das rodovias no Rio.

O vice-governador também defendeu Cabral sobre suas relações de amizade com o ex-presidente da empreiteira Delta, empresa mencionada em investigação da Polícia Federal sobre o contraventor Carlinhos Cachoeira. Diversas fotos foram divulgadas de viagens de Cabral com Fernando Cavendish.

- Não há nenhuma reação nas ruas, vejo o povo muito solidário a ele – afirmou Pezão, que disse que as obras da empreiteira no estado estão caminhando bem, sem irregularidades:

- As obras que a Delta tem estão andando normalmente. A obra do Arco Metropolitano, do saneamento de São Gonçalo, a Delta continua funcionando normalmente. Estamos 30 dias avançados no Maracanão, em 20 de maio com 50% e vamos entregar a obra no prazo.

Por fim, o vice ainda afirmou que, caso Cabral seja convidado a depor na CPI do Cachoeira, para explicar sua relação com Cavendish, irá, mas que não há razão para que ele preste esclarecimentos.

- Não há motivo. Trazer uma pessoa à CPI porque é amigo, porque apareceu numa foto de um jantar, é um absurdo. Ele nunca negou a amizade – disse.



Sérgio Cabral fugindo da CPI do Cachoeira, e sócio de seu irmão arruma boquinha na ALERJ

.
Dê PAUSE na rádio e veja o vídeo.


Link

link do vídeo no youtube.
.