UOL Assine

UOL Assine

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Sérgio Cabral manda fechar 22 escolas e deixa professores revoltados

.
INACREDITÁVEL !!!

O FANFARRÃO do Governador Sérgio Cabral, que neste exato momento está passeando em Paris, vai fechar se uma vez só 22 escolas estaduais.

Salvo engano, Sérgio Cabral desde que assumiu o governo do Rio fez 4 escolas, e agora vai fechar 22.

Em suma, Sérgio Cabral não tem nenhuma preocupação com a educação, ele só sabe fechar escolas, e jogar bombas e tiros em professores, como ele fez em no dia 8 de setembro de 2009.

Vejam o vídeo do MASSACRE que Cabral mandou fazer nos professores em 08-09-2009.



Clique aqui e veja o vídeo direto no Youtube.

Reprodução do site R7.

Cerca de 200 profissionais de educação das 22 escolas que deverão ser fechadas pela Secretaria de Estado de Educação estão reunidos em frente à Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro) para contestar contra a decisão do governo.

De acordo com Vera Nepomuceno, coordenadora geral do Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação, o objetivo da manifestação é sensibilizar a comissão de educação do Estado para que pressione o Poder Executivo a mudar essa resolução. Atualmente essas escolas funcionam em período noturno em colégios da rede municipal de ensino.

- A intenção do governo é transferir as escolas estaduais que funcionam em período noturno para outros prédios do Estado, sem ter a preocupação de que essas outras escolas terão um quantitativo muito maior do que determina a Lei.

Segundo Vera, a Secretaria Estadual de Educação precisa ter um maior comprometimento com a educação pública, uma vez que essa decisão desorganiza totalmente a vida dos profissionais e dos alunos.

A coordenadora diz ainda que essa é uma atitude provocativa, já que o SEP (Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação) estão às vésperas de uma paralisação a favor de uma campanha salarial. Atualmente os profissionais dessa área recebem um salário de R$ 600.

- É temeroso porque o governo faz isso às vésperas de uma paralisação aberta em fevereiro e que até o momento não foram apresentadas nenhuma proposta. Nós não iremos aceitar isso. As escolas vão às ruas para mostrar que o Governo não tem compromisso com a educação pública.

5 comentários:

  1. O povo elegeu, agora aguenta...
    Ele levantou um bandeira boa no início de carreira... os idosos, alguém lembra ?
    Esse cara merece troféu de pilantra... Agora quer investir na fábrica de miséria, produzindo novos "burros" sem escola para que possa continuar se re-elegendo, ele e sua trupe.

    ResponderExcluir
  2. Um povo esclarecido e bem informado teria discernimento para enxergar que vivenciamos uma ditadura desse tirano corrupto e dessa dobradinha PT/PMDB. Ele e sua quadrilha são inimigos da educação pública de qualidade e das famílias honestas fluminenses. Querem ter esparros para trabalharem por salários de fome para eles.

    ResponderExcluir
  3. Deve ser por isso que o Rio de Janeiro é o penúltimo pior Estado brasileiro em termos de educação de ensino médio, que é competência estadual. Nossas crianças pobres estão abandonadas por esse governo de cínicos e ladrões.

    ResponderExcluir
  4. Quantos professores já pediram exoneração esse mês? Deve ser difícil viver num país de valores tão invertidos. Socorro, JAVÉ!

    ResponderExcluir
  5. Quanto mais o povo for desinformado ,sem esclarecimento e sem discernimento, melhor para os políticos corruptos como LULA, Cabral , Sarney , Renan Calheiros, Jader Barbalho, Newton Cardoso, Maluf , Pallocci, José Dirceu e Michel Temer. Por isso o sistema intencionalmente destruiu a educação pública de qualidade.

    ResponderExcluir